Em parceria com Desenbahia Prefeitura de Porto Seguro fecha primeiro lote de socorro financeiro aos comerciantes atingidos pelas chuvas

A prefeitura de Porto Seguro ampliou as ações de socorro às vitimas das chuvas que caíram sobre a região no final do ano passado, mas que ainda hoje refletem prejuízos em muita gente.

Após atender aos trabalhadores, com toneladas de alimentos e outros donativos, a gestão do bem está levando socorro financeiro aos comerciantes atingidos pelos temporais. Da comunidade ribeirinha do Pau do Macaco, às margens do Rio Buranhem, vem um bom exemplo do trabalho feito pela secretaria do Planejamento, Projetos Especiais, Regularização Fundiária, Emprego e Renda.

Na localidade, a baiana Érica o o marido, o espanhol David Carbonell, montaram há quatro anos um restaurante que ganhou fama internacional. Mas a cheia do Rio Buranhem decorrente das chuvas, fizeram o casal perder tudo.

“Foram momentos de desespero. A água subiu derrepente. Por algum momento Acreditamos que baixaria. Mas isso não aconteceu e saimos às pressas, temendo pelas nossas vidas. Todo estoque que compramos para a temporada da alta estação foi por água abaixo, desabafou ainda emicionada a Érica.

Nas paredes restaram as marcas. Nos últimos dias, o Chef David Carbonell, marido da Érica, teve que trocar as cozinha, temporariamente desativada, pelas ferramentas de construção. “É hora de recomeçar. Perdemos bens materiais, mas estamos vivos e cheios de esperança de que vamos superar. A solidariedade chegou de todas as partes. Muitos que nem conhecemos nos ajudaram. Agora veio este apoio da Prefeitura, que chega em muito boa hora. Fomos bem atendidos, e com esta grande ajuda, vamos em breve reabrir as portas de nosso restaurante, que é o nosso trabalho, onde tiramos o nosso sustento também”, disse David.

O Secretario Flamarion Matos, que acompanhou de perto o trabalho dos técnicos para agilizar os documentos necessários ao financiamento, também não escondeu a emoção com a história do casal. “Como eles, muitas outras famílias passaram por este drama de perder tudo. Por isso a determinação do nosso gestor Jânio Natal, que sensível às necessidades de nosso povo autorizou buscarmos as melhores alternativas para ajudar a quem precisa. Este convênio com.a Desenbahia é uma grande ajuda para quem precisa recomeçar. São até R$150 mil em créditos, com 12 meses para começar a pagar e o mais importante, juro zero. Mais uma grande conquista da nossa gestão, para amenizar a situação de quem tanto sofreu com a pandemia e depois ainda mais com as chuvas”, disse o secretário Flamarion.

No primeiro lote de socorro, cujo prazo de inscrição se encerrou no final de janeiro, a prefeitura recebeu uma dezena de pedidos de adesão à linha de crédito. A prefeitura negocia com a agência de desenvolvimento da Bahia, a prorrogação do prazo para que mais comerciantes possam ser contemplados com o socorro financeiro.

você pode gostar também