Fiscais da ADAB interditam matadouro irregular em Guaratinga

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), interditou na manhã desta terça-feira (14), o matadouro da cidade de Guaratinga. Em 2015, o local já havia sido fechado pela agência devido às condições estruturais precárias que não atende a legislação sanitária e ambiental conforme determinado pela lei federal N° 7889/1989, mas foi violada e voltou a ser usada para o abate animal de forma clandestina.

De acordo com Cláudio Wergmelinger, gerente da ADAB, o local é impróprio pois fica perto de uma nascente de água que recebe o sangue dos animais abatidos. Além de gerar risco de transmissão de doenças graves, mau cheiro e atrai diversos tipos de animais para o local que fica na beira da BA-283, no trecho que dá acesso a Minas Gerais.

A interdição ocorreu em procedência a várias denúncias já apresentadas no Ministério Público e na Ouvidoria do Estado, além de relatórios que foram entregues na ADAB, informando as condições precárias da estrutura do matadouro.

O secretário de Agricultura, Indústria e Comércio, Clebson Pereira, informou que desde junho a prefeitura vem desenvolvendo um trabalho de regularização do abate e venda de carnes no município junto aos açougueiros. “O município juntamente com os órgãos competentes estão tomando as medidas cabíveis para providenciar a regularização do abate e comercialização de carnes no município”, concluiu.

você pode gostar também