‘Acredite nos seus sonhos’, diz Ana Marcela, após ouro olímpico em Tóquio

“Acredite nos seus sonhos”. Foi com essa frase que Ana Marcela Cunha comemorou sua primeira medalha olímpica na carreira, e de ouro, na maratona aquática. Após três frustrações em Olimpíadas (5º lugar em Pequim, não-participação em Londres e 10º no Rio), dessa vez a baiana não sobrou para ninguém.

“Eu falei com Fernando [Possenti, o treinador], depois de uma série que eu fiz: ‘para ganhar de mim vai ter que nadar muito’. Eu sabia o quanto estava preparada. Chequei aqui, fiz minha prova, e estava muito feliz fazendo o que amo”, afirmou, em entrevista após a conquista.

Seis vezes eleita melhor nadadora de águas abertas do mundo, Ana Marcela aproveitou para dedicar o título a outro baiano, Allan do Carmo, que não obteve índice para ir aos Jogos Olímpicos. Nesta terça-feira (3), ele completou 32 anos.

“Querendo ou não, foi o meu quarto ciclo olímpico, vindo de frustração no Rio, amadurecimento muito grande. Quero desejar feliz aniversário para Allan. Ele falou que seria o presente dele. Também agradecer muito a Fernando. Eu sonhava muito com uma medalha olímpica, estou muito feliz e quero dizer que todos foram um incentivo muito grande. Principalmente [Fernando] Scheffer e Bruno [Fratus], por serem da natação e eu ter contato maior com Bruno. Cesão [Cielo] acreditou nisso no passdo: ‘uma raia uma chance’. E, querendo ou não, aqui é uma raia para cada uma. Deixei escapar por algumas vezes, e hoje pude sair como campeã olímpica”, comemorou.

você pode gostar também