Justiça pede bloqueio de R$ 318 mil da prefeitura de Itagimirim para pagamento de servidores

O Ministério Público da Bahia, ajuizou uma ação civil pública contra o município de Itagimirim, por não realizar o pagamento de salário dos servidores referente ao mês de dezembro e o 13º salário de 2020. O atual prefeito de Itagimirim, teve 6 meses de gestão para realizar o pagamento e nada fez para solucionar o débito.

Na ação, o MP-BA requer, em caráter liminar, que a Justiça determine o bloqueio de R$ 318.390,68 dos recursos municipais para viabilizar o pagamento dos salários atrasados dos servidores municipais.

‘Esses bloqueios devem ser feitos na proporção de 60% das receitas entrantes nos bancos’, destacou o promotor de Justiça Dinalmari Mendonca.

você pode gostar também