Hospital do Covid descarta lixo hospitalar misturado ao lixo comum

O Hospital do Covid, em Eunápolis, descartou lixo hospitalar misturado ao lixo comum. Tal situação foi constatada após a coleta, quando o caminhão com o resíduo chegou ao Aterro Sanitário e, no local, não passou pela triagem por conter material hospitalar possivelmente contaminado. O Hospital Covid é gerido pela Fundação Gonçalves e Sampaio e o descarte do lixo hospitalar da unidade é de obrigação da entidade mantenedora. É importante frisar que misturar lixo hospitalar com lixo comum, além de causar danos ambientais, oferece risco à população.

De acordo com as secretarias de Saúde, Serviços Públicos, Meio Ambiente e Sustentabilidade, a coleta do lixo comum do Hospital do Covid está acontecendo normalmente. Contudo, por duas vezes o aterro identificou que haviam descartes de materiais contaminados. Ao identificar a mistura do lixo hospitalar no lixo comum, foi feita a devolução lixo potencialmente infectante para que o Hospital responsável pelo descarte realizasse a destinação correta dos resíduos, a fim de não comprometer a saúde da população do município.

É importante enfatizar que é obrigação do Hospital do Covid contratar uma empresa especializada em coleta hospitalar e que esse descarte inadequado, além de provocar danos ao meio ambiente, colocou em risco a segurança dos Garis, que ficaram expostos aos materiais infectantes.

Sucom – Prefeitura de Eunápolis

você pode gostar também