Médica do ex-prefeito Paulo Dapé, poderá assumir ministério da Saúde no governo Bolsonaro

A cardiologista Lidhmila Hajjar, do Incor e da rede de hospitais Vila Nova Star em São Paulo, desembarcou em Brasília neste domingo (14) para se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro. A médica Lidhmila, além de ser amiga do ex-prefeito Paulo Dapé, ela também acompanhou todo tratamento do político em São Paulo.

O nome da médica, especialista no tratamento de covid-19, é defendido nos bastidores por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e parlamentares do DEM e do PP. O nome de Hajjar havia sido levantado para suceder Luiz Henrique Mandetta no ministério, quando o ex-ministro deixou o cargo em abril do ano passado.

Caso a médica venha ocupar o cargo de ministra da Saúde do Brasil, certamente o município de Eunápolis, ganhará muita força na Saúde Pública, através do ex-prefeito Paulo Dapé.

você pode gostar também