Prefeitura se reúne com Polícia Militar para tratar sobre pessoas em situação de rua em Eunápolis

Visando minimizar a questão relacionada a pessoas em situação de rua, em Eunápolis, a Prefeitura, por meio da secretaria de Assistência Social, reuniu-se, na última quinta-feira, 28, com o comando da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), Major Vagner Ribeiro, a fim de discutir e compactuar ações efetivas, de modo a reduzir o impacto do problema na cidade.

A prefeita Cordélia Torres acredita que é importante destacar que toda pessoa em situação de rua possui uma história de vida. “A causa para se colocar nessa condição não é única. É importante entender que ninguém vai para a rua apenas pela ruptura de único laço, a pessoa é levada a essa situação, quando ocorre a ruptura sucessiva de vínculos nas diferentes áreas da vida, bem como, há aquelas que o fazem para adotar um estilo de vida próprio”, pontuou a prefeita.

Já o Major informa que o trabalho da Polícia Militar também consiste na proteção, não só das pessoas com residências fixas, mas também daquelas que se encontram em situação vulnerável. “O nosso foco é propiciar dignidade a essas pessoas que se encontram em situação de rua, encaminhando-as para locais adequados”, afirmou Ribeiro.

Desde o início da nova gestão já foram realizadas rondas noturnas e essas pessoas têm recebido apoio social. Aqueles que não querem retornar para casa de familiares são convidados a pernoitar na Casa Abrigo para Moradores Adultos de Rua (Acolher). “Na instituição, eles podem tomar banho, recebem alimentação, orientações sobre Covid-19, além de máscaras e kits de higiene pessoal”, comenta a secretária municipal de Assistência Social, Ioneide Ramos.

Hoje, o Município de Eunápolis conta com rede de abrigamento para esse tipo de atendimento, cujos casos são acompanhados pelo Acolher e pelo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop).

você pode gostar também