Cordélia ouve queixas de representantes do agronegócio contra atual gestão de Eunápolis

Nesta segunda (05), Cordélia se reuniu com representantes do agronegócio e ouviu várias queixas e insatisfações com governos anteriores.
Desesperançosos, eles querem um governo desburocratizado, e, acima de tudo, um governo que dê atenção ao agronegócio, que é a mola propulsora de Eunápolis.

O evento contou com a participação do vereador Ramos Filho, de Neto Carletto e Eliane Menezes (presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Eunápolis) entre outros representantes do setor.
Um dos pedidos foi que a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura não pare nas mãos de pessoas incompetentes e sem conhecimento na área.

Gilmar Oliveira Costa, exportador de limão, explicou um pouco do que tem passado. “O terceiro maior produtor de limão para exportação do Brasil é daqui de Eunápolis. O prefeito e o secretário não querem nem saber disso. Imagine, que prefeito, que gestão ignora isso, no município mais viável da Bahia?”. Ele reclamou ainda da burocracia: “passam 4, 5 anos para liberar um barramento”.

Cordélia garantiu que dará toda a atenção ao setor. Ela lembrou que é necessário o poder público parar para ouvir cada setor da sociedade, cada categoria. “Sozinho o prefeito ou prefeita não vai a lugar nenhum e não pode deixar de ouvir um segmento tão importante”, afirmou

você pode gostar também