Vereador Arthur Dapé cobra esclarecimentos do Hospital de Campanha sobre o descaso

Na sessão desta quinta-feira (13) o tema debatido pelos vereadores foi a falta cumprimento do que foi contratado para o atendimento dos pacientes infectados no Hospital de Campanha. Foi divulgado pelo prefeito que seriam 20 leitos de UTI devidamente equipados com respiradores e 20 leitos de enfermaria, com o custo de mais de 8 milhões e trezentos mil reais, para atender as necessidades de combate ao coronavirus em Eunápolis. Entretanto foi constatado após a visita de alguns vereadores que o hospital dispõe apenas 10 leitos de UTI, ou seja, metade da estrutura que está sendo paga.

Além da falta de estrutura clinica o hospital não tem um gerador de energia, isso significa que em uma simples queda do fornecimento de energia coloca em risco a vida de todos os pacientes que necessitam de respiradores. Este episódio só destaca a irresponsabilidade da gestão em cuidar da vida dos seus cidadãos. Esta negligência é uma tragédia anunciada e já está na mira do poder legislativo.

O vereador Arthur Dapé protocolou ontem (12) um oficio à direção do hospital com questionamentos sobre a estrutura e protocolos que garantem a segurança dos pacientes e colaboradores. Além disso, o vereador fez denúncias sobre a falta de distribuição da alimentação escolar neste período de pandemia. A falta de transparência da gestão municipal não passou despercebida e o Ministério Público Federal está averiguando para acionar a justiça.

você pode gostar também