Crise na Saúde Pública de Eunápolis poderá derrubar secretário

A população eunapolitana recebe com tristeza mais uma grave denúncia escancarando a péssima estrutura da saúde pública no município. O médico Dr. Anderson Ricell gravou um vídeo denunciando o total descaso da gestão pública com o principal hospital público da região. Segundo o médico clínico geral, lá no Hopsital Regional o nível é abaixo do caótico, faltam materiais, medicamentos, falta EPI e essa péssima estrutura consome todo corpo clínico em meio uma pandemia. Essa situação pode ter chegado a níveis instustentaveis para o lider da pasta da saúde. Fontes da própria secretaria de Saúde afirma que pode sair a qualquer momento a exoneração do atual Secretário de Saúde Jairo Junior..

No vídeo que foi o estopim desta crise, o médico relata que enviou email à Sindicato dos Médicos da Bahia expondo as mazelas que o profissionais da saúde e população tem que lidar todos os dias no Hospital Regional de Eunápolis.

Mas essa situação não é novidade para quem acompanha o noticiário local. O HRE tem sido palco de episódios terríveis contra a população, sobretudo a mais carente que realmente precisa deste importante aparato.

Infelizmente não é novidade

Em fevereiro deste ano uma mãe teve o atendimento recusado e foi obrigada a dar a luz na recepção da unidade de saúde. neste mesmo mês, uma idosa sofria sem atendimento em uma maca nos corredores do hospital. Sem contar as diversas mortes por demora na realização de cirurgias por falta de insumos.

A cidade também foi atingida pela pandemia do corona virus e a secretaria de saúde demorou para começar a tomar atitudes, lançando inclusive um vídeo em que o prefeito Robério Oliveira afirma que o HRE tem 10 leitos exclusivos para o combate ao covid-19 e mais 5 leitos de UTI. Mas tudo não passava de um teatro para iludir a população, que foi desmascarada pelo vereador e presidente da comissão de saúde da Câmara Muncipal, Arthur Dapé (DEM). Uma funcionária do setor de expurgo denunciou a falta de equipamentos de proteção individual (EPI) e foi pressionada a gravar uma retratação.

O vereador do Arthur Dapé esteve no Hospital nos dias 7 e 8 de Abril, um dia após a publicação do vídeo, e constatou que nada do que foi mostrado estava pronto. Além disso, não havia um isolamento do setor que trataria o pacientes de coronavirus dos demais, isso coloca em risco a vida de outras pessoas.

“Quando vi aquela situação lamentável e fiz questão de enviar um ofício à direção do hospital, ao corpo clínico, à secretaria de saúde e a vários órgãos representantes de classes. O questionamento sequer foi respondido, mostrando que além de incompetente não tem agido com transparência. Já estou preparando toda documentação para que novas medidas sejam tomdas, desta vez, na justiça. A população merece uma saúde de qualidade” disse Arthur Dapé.

O descaso é repetido sem nenhum pudor e toda semana são divulgados vários casos de descaso no atendimento, falta de medicamentos, aparelhos sem manutenção e quem sofre são os eunapolitanos.

você pode gostar também