Vereadores poderão suspender o decreto da fome nesta quarta-feira em Eunápolis

Apesar de o prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira (PSD) ter decretado suspensão dos contratos temporários da educação e de cortar salários dos professores e outros trabalhadores efetivos da educação durante a pandemia do COVID-19, a Câmara de Eunápolis vota, nesta quarta-feira (10/06), o Projeto de Decreto Legislativo que susta os efeitos do decreto 9028/2020. Vale lembrar que a justiça já derrubou o decreto e se manifestou contra o decreto irresponsável do prefeito Robério.

A matéria entrou em pauta na sessão ordinária na última quinta-feira (04/06). O presidente da Casa, usando o prazo regimental de no mínimo cinco dias, convocou duas sessões extraordinárias nesta quarta-feira, a fim de submeter o texto em duas votações. O belíssimo projeto de suspensão deste decreto foi de autoria do vereador Jota Batista.

A equipe do “Saiu Na Mídia” conversou com vários professores e eles estão super confiantes nos vereadores para realizar a suspensão desse decreto. Sabemos que vereador nenhum quer arrumar briga com professores em plena eleição.

“Faremos na sessão dessa semana nada mais que reestabelecer os direitos dos profissionais da educação. Eles foram tirados através de um decreto criminoso. E isso eu não admito. Estamos vivendo em um momento de crise e essa atitude da atual gestão foi desumana. Mas os professores podem confiar na minha dedicação e dos colegas que apoiam a derrubada desse decreto. Amanhã ele cai”, disse Arthur Dapé.

A sessão foi antecipada para quarta-feira devido ao feriado de Corpus Christi, dia 11/6.

você pode gostar também