DUAS DESEMBARGADORAS DO TJ-BA NEGOCIAM DELAÇÃO PREMIADA

A Operação Faroeste , que desmantelou um amplo esquema de vendas de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia, se prepara para entrar numa nova fase e alcançar empresários que negociavam sentenças com desembargadores presos e investigados.

As duas desembargadoras Sandra Inês e Maria Do Socorro estão negociando delações premiadas, esmiuçando ligações perigosas, com concessionários de serviços públicos, infraestrutura e transportes.

No curso da operação, os investigadores já haviam encontrado evidências de venda de sentenças para grandes empresários baianos, geralmente envolvendo questões fundiárias e até mesmo políticos.

você pode gostar também